Mulher tocando a sua bochecha direita com a mão

O que você pode fazer para tratar uma pele oleosa e propensa à acne?

Cerca de 70 a 80% das pessoas sofrem sofrem com diferentes graus de acne devido à uma pele oleosa. Em algumas formas de acne leve a moderada, não se procura medicação para controlar os sintomas. No entanto, é aconselhável consultar um dermatologista, mesmo no caso de sintomas iniciais ou leves, pois a intervenção médica pode ajudar a prevenir o agravamento e consequências como as cicatrizes.

Tratamentos não medicinais como soluções de limpeza, tonificantes, esfoliantes, hidratantes e corretivos, são vendidos em farmácias, no balcão, sem a necessidade de receita médica. Essas soluções limpam e tratam as impurezas e a pele propensa à acne. Há também diversas mudanças no estilo de vida que podem ajudar a controlar a oleosidade de minimizar os sintomas

SINAIS & SINTOMAS

Sinais & sintomas de peles com impurezas e propensas à acne

Antes de decidir qual tratamento não medicinal usar, é importante identificar quais são os sintomas que estão causando esses problemas. Os tratamentos para a pele com impurezas e propensa à acne; e para peles com acne leve a moderada, tendem a tratar um ou mais dos quatro fatores atribuídos ao problema.

Eles trabalham:

  • reduzindo a produção de sebo,  logo controlando a produção sebácea.
  • acelerando a descamação das células e, portanto, ajudando a tratar a hiperqueratose.
  • combatendo a infecção bacteriana causada pela colonização microbiana.
  • e podem até reduzir a inflamação e assim, melhorar o quadro geral de acne.
Ilustração gráfica da acne
Acne: o que acontece com a pele.

Faz-se também importante diferenciarmos a pele oleosa e acneica e hipersensível da pele acometida pela Rosácea. As pápulas e pústulas que aparecem na Rosácea, um tipo de hipersensibilização da pele, são similares às que aparecem na acne porém os poros não encontram-se obstruídos,a pele apresenta-se mais seca do que oleosa e as lesões da Rosácea não deixam cicatrizes. 

Leia mais sobre Rosácea.

 

CAUSAS & FATORES DESENCADEADORES

Principais causas e fatores desencadeadores de peles com impurezas e propensas à acne

A pele com impurezas e propensa à acne é um problema muito comum que geralmente começa durante a puberdade, quando meninos e meninas passam por grandes mudanças hormonais. Substâncias hormonais, chamadas de andrógenos, estimulam as glândulas sebáceas a produzir mais sebo do que o necessário (esse aumento de produção sebácea pode também interferir diretamente na descamação natural da pele).

Quando a pele produz uma quantidade excessiva de sebo e não elimina suficientemente as células mortas, ambas podem acumular-se no folículo piloso e formar uma obstrução. Essa obstrução pode fazer com que a parede do folículo inche e produza um cravo branco, ou ainda pode se abrir para a superfície e escurecer, gerando um cravo escuro.

As espinhas (também conhecidas como pápulas ou pústulas) são áreas em relevo vermelhas na pele, com um centro branco, que se desenvolvem quando os folículos pilosos bloqueados inflamam ou infeccionam. As obstruções e inflamações, que se desenvolvem profundamente dentro das glândulas sebáceas, produzem nódulos, abaixo da superfície da pele, chamados de cistos.

A pele mais oleosa é geralmente encontrada na face, ombros, peito e costas, já que são as áreas que mais produzem sebo.

Ilustração gráfica da seborréia.
Seborreia
Ilustração gráfica de uma colonização microbiana
Colonização microbiana

Hormônios. Embora mais comum em adolescentes, há um número crescente de adultos com tendência à pele oleosa e à acne, especialmente mulheres que passam por mudanças hormonais durante a gravidez, menstruação, ou devido a um problema relacionado a hormônios, como a síndrome dos ovários policísticos.

Bactéria. A pele propensa à acne tende a ser muito oleosa, devido à secreção excessiva de sebo. 

Mulher jovem secando o rosto com toalha
Os adolescentes, principalmente, deveriam dar atenção especial a uma rotina diária de cuidados com a pele, já que são mais propensos à acne.

Genética. Existem alguns indícios de que a predisposição genética desempenha um grande papel no desenvolvimento da acne. Se ambos os pais sofriam de acne durante a sua adolescência, então há uma grande probabilidade de que seus filhos também irão desenvolver acne. De igual forma, os filhos de pessoas que desenvolvem acne na fase adulta também são mais propensos a desenvolver acne quando adultos.

Bactéria da acne
Normalmente inofensiva, a bactéria(propionibacterium acnes) pode multiplicar-se devido à produção excessiva de sebo.

Mitos sobre a pela propensa à acne

Assim como há fatos, há também uma série de mitos sobre o que causa uma pele propensa à acne. Esses mitos infundados culpam injustamente o doente por sua condição. Por exemplo, diz-se com frequência a pessoas com pele propensa à acne que elas não são higiênicas ou que não lavam a pele o suficiente. A verdade é que lavar em excesso é mais prejudicial para a pele propensa à acne do que lavar de menos, pois ela pode ficar mais irritada devido à fricção excessiva. As pessoas que sofrem desse mal também são acusadas de levar uma dieta pobre.

Leia mais sobre terapias medicinais para a acne.

Mulher lavando o rosto.
Lavar em excesso pode piorar os sintomas da acne.
Mulher comendo chocolate.
Comer produtos adocicados que contenham açúcar pode piorar os seus sintomas da acne.
FATORES CONTRIBUINTES

Os principais fatores contribuintes para peles propensas à acne

Apesar das principais causas da pele propensa à acne tenderem a ser hormonais ou genéticas, existem alguns outros fatores que indicam agravar os sintomas. Ex:

  • dieta rica em certos carboidratos
  • beber leite e outro produtos lácteos  em excesso
  • fumar cigarros
  • uso de produtos comedogênicos , com cosmética pesada (maquiagem, por exemplo), conhecidos por obstruir os poros.

Mulher bebendo um copo de leite
O consumo excessivo de leite pode agravar os sintomas da acne.

 Procure sempre um dermatologista mesmo para casos leves e iniciais de acne (para prevenir uma piora do problema).  Existem, entretanto, algumas dicas que devem ser seguidas pelo paciente em casa

  • Use água morna ao invés de água muito quente ou muito fria.
  • Use maquiagem não comedogênica.
  • Use somente cuidado para a pele não comedogênico.
  • Use protetor solar adequado para as necessidades de pele oleosa e propensa à acne.
  • Deixe as espinhas em paz – ficar mexendo ou espremê-las só vai piorar as coisas.

Leia mais sobre terapias medicinais para a acne.

Mulher tocando o rosto
Ficar mexendo nas espinhas piora a situação. Consulte um dermatologista.
SOLUÇÕES

Tratando os sintomas da pele oleosa e propensas à acne sem o uso medicação

Acne moderada a grave pode exigir intervenção médica, mas a acne comedoniana leve geralmente pode ser tratada sem medicação.

Os dermatologistas podem prescrever uma variedade de produtos dermocosméticos. Eles podem incluir:

Eles podem ser utilizados em qualquer área afetada, seja o rosto, nos ombros, colo ou costas. Eles também podem ser utilizados como cuidado adjuvante ao tratamento medicamentoso padrão para neutralizar os efeitos colaterais, como a secura da pele ou a sensibilidade solar.

Devido ao seu maior risco de marcas de acne induzidas pelo sol e sua maior produção sebácea, é importante incluir um protetor solar especial na rotina de cuidado diário com a pele. Por exemplo,  Eucerin Sun Creme-Gel Oil Control Toque Seco FPS 30/60  fornece proteção de amplo espectro contra os raios UVA/UVB, proteção celular biológica e Tecnologia de Controle de Oleosidade com L-Carnitina, sebo regulador, e uma combinação de três pigmentos absorvedores de lipídeos para um acabamento seco e matificante de longa duração.

Homem aplicando creme sobre a face
Tolerabilidade da pele e a eficácia da linha Eucerin DermoPURIFYER, são clinicamente comprovadas com pacientes com pele propensa à acne.
Mulher limpando a face com algodão.
Recomenda-se uma limpeza regular para peles propensas à acne;

Assim como os cremes e géis usados ​​para tratar os sintomas da pele propensa à acne, também existem produtos disponíveis no mercado que podem ajudar a mascarar os efeitos físicos. Por exemplo, a maquiagem não comedogênica pode ser usada ​​para encobrir manchas faciais, embora seja importante removê-la com uma solução de limpeza suave no final do dia. Os homens também podem usar uma maquiagem camuflante para suavizar a vermelhidão e dar à pele um tom mais uniforme. Os corretivos podem ser usados topicamente nas pequenas áreas afetadas.

Além disso, é uma boa idéia comer de forma saudável, ficar longe de lugares onde a pele possa ser exposta à fumaça ou sujeira e, devido os efeitos psicológicos da pele acnéica, dedique-se a atividades que ajudem a melhorar sua saúde física e mental.

Uma rotina diária de limpeza e cuidados pode levar várias semanas para produzir efeito, por isso seja paciente e perseverante.

Mulher sorrindo e segurando uma maça verde na mão
Uma dieta e estilo de vida saudáveis contribuem para uma pele também saudável.