Woman applying creme on her leg.

Xerose Sintomas, causas e soluções

A maioria das pessoas já teve xerose ou pele seca, em alguma etapa de sua vida. Quando se torna grave, pode afetar as pessoas tanto física quanto emocionalmente. Seguir uma rotina adequada de cuidado da pele, que não aumente o problema e proporcione alívio e hidratação adequados, é fundamental para controlar os sintomas de xerose. O conhecimento das diversas causas e as soluções pertinentes auxiliam na personalização de uma rotina para melhorar sua eficácia.

O que é a Xerose?

Xerose é o termo médico usado para designar pele seca. A palavra vem do grego "xero", que significa "seco"; e "osis" que significa "doença". É causada pela falta de água na pele, que pode ser decorrente do envelhecimento (xerose senil) ou por doenças subjacentes como diabetes. O resultado é pele seca, áspera e tensa, que pode progredir tornando-se muito áspera, até descamar ou descascar.

 

 

É importante consultar sempre seu médico para um diagnóstico preciso. O teste  de pele também pode ser uma ferramenta útil.

A capacidade da pele para regular a hidratação, ou a concentração de líquidos nas camadas superiores, depende de três fatores fundamentais, que ocorrem em  diferentes profundidades dentro da pele:

  • Nas camadas mais profundas da pele, várias moléculas higroscópicas, tal como ureia, lactato, PCA (pyrrolidone carboxylic acid), sais e aminoácidos, atraem e fixam grandes quantidades de água.
  • Os lipídios presentes na barreira lipídica da pele (por exemplo Ceramida-3) executam a função vital de reduzir a perda de água devido à evaporação.
  • Nas camadas mais profundas, a pele possui uma rede vital de hidratação que transporta água para cima através dos canais de aquaporinas.

Leia mais em pele seca em geral.

Este sistema delicado funciona bem e se adapta às exigências de hidratação da pele, mantendo uma concentração adequada de água num ambiente variável.  No entanto, vários fatores internos (endógenos) e externos (exógenos) podem transfornar este sistema, levando a pele ao ressecamento. A severidade dos sintomas depende do número de fatores presentes.

Close-up de pele seca
A pele seca não é capaz de regular a sua própria hidratação
Close-up de pele seca
Fatores internos e externos podem alterar a capacidade de hidratação da pele.

Xerose – sinais e sintomas

Xerose é um problema comum a milhões de pessoas, afetando-as de forma crônica ou aguda. Assim como fatores dão suporte à hidratação cutânea, a falta de água dentro da pele pode manifestar-se clinicamente de diferentes maneiras. O mais comum é que a pele seca apresente alguns destes sintomas, enquanto a pele muito seca geralmente tem todos estes sintomas até certo grau.

  • Tensão é causado pela pele que perde a elasticidade por causa da desidratação. A pele torna-se menos flexível quando está desidratada e perde volume quando há uma deficiência de umidade.
  • Aspereza também é causada pela secura que aumenta a morte de células nas camadas superiores de pele, deixando uma camada mais grossa destas células na superfície.
  • Pele escamosa é semelhante à pele áspera, só que a camada superior de pele, ou estrato córneo, torna-se seca e inflexível.
  • Pele flocada ocorre quando as escamas de pele seca descascam. Às vezes assemelha-se a um tipo de pó fino.
  • Coceira é outro resultado da secura e é uma reação impulsiva ao desconforto causado pela tensão e fraqueza da pele.
  • Sensibilidade é causada pela pele seca incapaz de evitar a penetração na superfície cutânea de agentes irritantes, como, por exemplo, água quente, perfumes e outras substâncias com potencial irritativo. Porém a pele sensível nem sempre é originada pelo ressecamento.

 

A pele seca pode ocorrer em qualquer região do corpo, embora predomine em áreas localizadas que são mais afetadas que o resto do corpo.

Coceira (devida à secura) pode ser um dos resultados do tensão e mal funcionamento da pele.
Woman´s forehead looking red and flaky
Pele seca, áspera e esticada também pode ocorrer no rosto.

Condições inflamatórias tais como dermatite atópica e psoríase sempre atingem áreas localizadas de pele com xerose. Leia mais sobre Psoríase, Dermatite atópica facial ou corporal ou sobre dermatite atópica infantil facial ou corporal.

Procure sempre orientação profissional caso  você apresente algum desses sintomas.

Qual é a causa da Xerose?

Três deficiências básicas da pele contribuem para a Xerose:

Deficiência de lipídios na barreira cutânea
As células na camada córnea se ligam entre si através dos lipídios epidérmicos. Estes lipídios são essenciais para a saúde da pele. Eles criam sua barreira protetora e fixam a umidade. Quando ocorre a deficiência destes lipídios, a pele pode se tornar ressecada e pode se apresentar áspera e esticada.

Deficiência de Fatores Naturais de Hidratação (FHNs)
A pele também contém vários outros fatores hidratantes naturais (FHNs) além de ureia. São eles lactato, PCA, sais e açúcares. Como a ureia, estes fatores hidratantes naturais atraem a umidade para fixá-la na camada córnea, ou nas camadas mais superiores da pele, impedindo esta pele de ressecar, descamar ou ser lesionada.

Deficiência rede de hidratação da pele
Aquaporinas são canais microscópicos de água, localizados nas membranas das células que controlam a transferência de água para dentro e fora das células.
As aquaporinas compõem uma rede que transmite umidade através das diversas camadas epidérmicas.

Ilustração dos fatores de hidratação natural evaporando pela pele
Quando a pele carece de lipídios ou outros fatores naturais hidratantes, ela pode tornar-se seca e danificada.
Ilustração do número limitado de aquaporinas.
Nível de umidade reduzido devido a um número restrito de aquaporinas.

Fatores que contribuem para a pele seca

Vários fatores externos dão início às mudanças fisiológicas dão inicio as mudanças fisiológicas anteriormente descritas, que podem levar à quadros de xerose:

O ambiente externo à pele – umidade, limpeza e luz do sol

  • A pele seca é mais comum quando a umidade ambiental é baixa, o que ocorre no inverno, e às vezes, durante um verão quente.
  • Limpeza, quando muito frequente, causa a destruição da barreira natural da pele. Isto ocorre com o uso de produtos ou detergentes mais agressivos à pele e à sua estrutura lipídica.
  • A luz solar pode causar o ressecamento cutâneo, pois os raios UV aumentam o índice de evaporação de água na pele e, a longo prazo, podem causar o envelhecimento precoce, o que afeta a capacidade da pele em manter a hidratação adequada.

Outros fatores que afetam a hidratação da pele: idade, dietas, medicamentos e doenças

  • Estudos informam que os níveis de lipídios no estrato córneo reduzem com o aumento da idade. Esta redução dos lipídios pode levar ao ressecamento causado pela idade.
  • Um corpo desidratado não dispõe de recursos suficientes para fornecer àgua à pele. Manter-se hidratado é, portanto, essencial para a hidratação da pele.
  • Uma dieta balanceada é essencial, dado que os lipídios vitais, FHNs e nutrientes são necessários para manter uma pele saudável.
  • Certos medicamentos fazem o corpo desidratar-se, o que por sua vez pode levar à xerose.
  • A pele seca é uma condição comum em pessoas com dermatite atópica, psoríase e diabetes.
Mulher com roupas de inverno
Fatores ambientais, tal como frio, podem influenciar mudanças fisiológicas.
Mãos ensaboadas.
Deve-se evitar lavar as mãos com muita frequência, pois isto pode destruir a barreira natural da pele.
Mulher tomando pílula
Medicamentos podem desidratar o organismo.

Xerose – o que pode ser feito?

Ao longo do tempo, o tratamento da xerose tinha como objetivo o alívio a curto prazo dos sintomas através da aplicação tópica de óleos, principamente de origem vegetal, umectantes e a reposição dos FHNs, tais como a ureia e o lactato. À medida que foi se conhecendo mais as causas e os fatores que desencadeiam a xerose, o médicos descobriram formas mais naturais e eficazes para tratamento da xerose, alcançando assim melhores resultados. Esta estratégia começa evitando ou reduzindo as causas e fatores que contribuem para a xerose, concentrando-se na manutenção de uma rotina diária adequada de cuidados faciais e corporais de limpeza e hidratação da pele.

Limpeza da pele seca

A limpeza suave, mas efetiva, é um requisito essencial, não só para a aplicação consecutiva de tratamentos tópicos, mas também de hidratantes faciais no cuidado de problemas de pele seca. A seleção do produto adequado para a limpeza da pele que não comprometa sua função de barreira é crucial para a eficácia subsequente de um tratamento com hidratantes.

Mulher limpando a face com algodão.
É recomendado o uso de produtos suaves para a limpeza da pele.

Melhorando a hidratação cutânea

A hidratação da pele é regulada de várias maneiras, e cada uma delas é influenciada por muitos fatores diferentes. Para tratar eficazmente a xerose, é preciso abordar cada um dos fatores envolvidos na modulação e manutenção da hidratação da pele.

A ureia é com frequência deficiente na pele seca, e portanto, um ingrediente comum nos hidratantes. As causas adicionais da xerose são a falta dos fatores hidratantes naturais (FHNs) e lipídios da barreira da pele. Fornecer topicamente estas substâncias vitais para a saúde da pele pode restaurar a capacidade desta pele de regular a hidratação. Adicionalmente, um novo umectante e conjugado de glicerol e glucose, glucoglicerol (GG), demonstrou estimular a rede de hidratação natural da pele.

Quando clinicamente avaliado para o tratamento da xerose em comparação com a loção base (veículo) contendo ureia, ácido láctico e Glicerol, estes hidratantes contendo uma série de FHNs, glucoglicerolCeramida-3 proporcionaram hidratação superior e de efeito mais duradouro, representando portanto um avanço no tratamento da xerose. Mais adiante, ambos os hidratantes melhoraram significativamente a hidratação de pele; a sua função de barreira; o ressecamento visível e a aspereza táctil comparado com seus veículos. A tolerância da pele ao hidratante também foi muito boa.

Mulher com sutiã, com a mão no braço direito
Use produtos com Uréia, um ingrediente importante nos hidratantes.
Female hands touching legs.
Os produtos Eucerin Dry Skin proporcionam cuidado cutâneo eficaz para pele seca e extremamente seca.
A ilustração de perda de umidade e a distribuição de umidade na pele

Procure um médico dermatologista para indicação do melhor tratamento para os cuidados de sua pele.

Evitando os fatores que contribuem para o ressecamento da pele.

Além de adotar uma boa rotina de limpeza e hidratação, é importante evitar fatores que favorecem o ressecamento da pele. Isso ajudará a amenizar os impactos da pele seca e a necessidade de tratamento:

  • Evite o ar seco gastando menos tempo ao ar livre em climas quentes e frios e use um umidificador dentro de casa quando o aquecimento estiver ligado.
  • Reduza o tempo gasto sob a água quente tomando duchas rápidas em vez de banhos quentes e mais longos.
  • Use luvas ao lavar a louça, isso evitaria o contato da pele com a água quente e detergentes que podem agredir a pele das mãos.
  • Use roupas feitas de materiais naturais como o algodão e a seda, que não irritam a pele. A lã é natural, mas pode irritar a pele atópica, e deve ser evitada.
  • Utilize sabão neutro para lavar as roupas, de preferência sem corantes ou perfumes, pois estes ativos podem ficar na roupa após a lavagem e causar irritação na pele seca e sensível.

Mulher segurando um copo de água
Beba quantidades adequadas de água.